Podemos ajudar?

Studio OM.art recebe Experienza Live Cinema, exposição de Raul Mourão e Cabelo, de julho a agosto

O studio OM.art, espaço de arte de Oskar Metsavaht no Rio de Janeiro, recebe este mês mais um projeto colaborativo. Pouco mais de um ano depois de sua inauguração com a exposição Rhodislandia, de Hélio Oiticica, e de abrigar a coletiva Dialética e o Projeto LABOR, o studio apresenta o inédito Experienza Live Cinema #4, dos artistas Raul Mourão e Cabelo, de 29 de junho a 4 de agosto.

“O projeto dialoga com a vocação do studio para a cocriação, a troca e a interação com o espectador. Esse desenho curatorial está presente desde que apresentamos Rodhislandia, com a proposta original de Hélio Oiticica de agregar à obra outros artistas e o público, com performances colaborativas”, diz Oskar Metsavaht.

Com obras de arte e projeções, Experienza Live Cinema fica no limiar entre exposição e performance, estabelecendo diálogos livres entre os dois artistas para criar experiências abertas, nas quais a produção de cada um é misturada e contaminada pela criação de novas proposições.

A troca de imagens, textos, vídeo e áudio misturam trabalhos como um remix de DJ. E, no final, os artistas apresentam os resultados desse diálogo em um espetáculo ao vivo. Um jogo sem regras, que nos tira da zona de conforto”, diz Mourão, que concebeu o conceito do Experienza Live Cinema durante uma residência em 2017, no Mana Contemporary, em Nova York.

Raul e Cabelo, que se conheceram nas oficinas de desenho na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, em 1988, têm um ateliê no Rio, o Lapa 71, e vêm trabalhando de forma colaborativa desde que Raul assinou a curadoria da exposição Mc Fininho e Dj Barbante no Baile Funk (Gentil) Carioca, em 2011. O projeto se desdobrou na dupla Rato BranKo que realiza trabalhos próprios, festas, exposições de jovens artistas e, recentemente, lançou o Baile BloKo do Rato Branko. Em 2012, os dois foram convidados pelo Museu de Arte Moderna do Rio para apresentarem, ao mesmo tempo, junto com Luiz Zerbini, exposições individuais. E, no ano passado, Raul dirigiu o show Luz com Trevas, de Cabelo, na Sede das Cias, na Lapa.

Experienza Live Cinema vai ser uma exposição mutante, dinâmica, com o espírito dos trabalhos que a gente tem feito juntos. A proposta é ativar o espaço do studio OM.art por meio das nossas obras e também de artistas e pensadores convidados, diz Cabelo, que adianta algumas das surpresas que a dupla está planejando: Chelpa Ferro, Leonora de Barros, Lucia Koch, Marcos Chaves, Crackboysjr e o artista e dançarino do Togo Anani Sanouvi.

Entre outras coisas, Cabelo vai apresentar uma nova série de pinturas que subvertem logotipos de grandes marcas. Também estão previstos encontros relâmpagos e conversas com nomes como o filósofo Bernardo Oliveira, a artista Aleta Valente e o pesquisador Fred Coelho, que descreve assim o projeto:

Quem sabe faz ao vivo – Experienza Live Cinema por Fred Coelho

Som, imagem e presença física dos trabalhos são exibidos em meio a uma circulação livre do público. Planejamento e improviso dão o tom de sua dinâmica. Utilizando múltiplas plataformas de projeção – paredes, telões, pinturas –, as imagens são editadas na hora pela dupla de cada edição. O som também se torna uma frente de invenção e improviso, deixando em aberto o que cada momento apresenta.

Uma imersão dos sentidos pela imagem e pelo som, além da liberdade na forma em que o trabalho é apresentado ao público. Todas as situações ao redor de encontros como esse passam a interferir na dinâmica do espaço. A ideia é instalar uma situação ambiental, para usar um termo de Hélio Oiticica proposto nos anos 1960. Era o período em que o artista investigava novas formas de lidar com a ideia do participador e a necessidade radical de deslocar a arte do espaço fechado das instituições e galerias.

Produzir novos espaços para a fruição de trabalhos que investem na sensorialidade, na ideia de lazer como experimentalidade livre e no corpo cinético conduz Oiticica a ideias como as de suprasensorial e crelazer. Palavras-conceitos que definiam a busca por novas formas de fruição estética em condições comunitárias experimentais. Na década seguinte, tal perspectiva desemboca no “mundo abrigo” e em trabalhos como as Cosmococas, que fazem do coletivo e do espaço comunitário princípios fundamentais de seu trabalho e pensamento.

O intuito em apontarmos influências e conexões entre a Experienza Live Cinema e a perspectiva coletiva na obra de Oiticica é ressaltar a expansão da fruição para espaços em que a relação do público com a arte não se dá necessariamente através de objetos e obras exibidas, mas sim de um ato singular que só acontece no momento. É cinema vivo, que se cria na hora, a partir das dinâmicas abertas de noites em transe contínuo.

Studio OM.art recebe Experienza Live Cinema, exposição de Raul Mourão e Cabelo,  de julho a agosto

Studio OM.art recebe Experienza Live Cinema, exposição de Raul Mourão e Cabelo,  de julho a agosto

Studio OM.art recebe Experienza Live Cinema, exposição de Raul Mourão e Cabelo,  de julho a agosto

Studio OM.art recebe Experienza Live Cinema, exposição de Raul Mourão e Cabelo,  de julho a agosto

Studio OM.art recebe Experienza Live Cinema, exposição de Raul Mourão e Cabelo,  de julho a agosto

 

SOBRE O ARTISTA RAUL MOURÃO

Raul Mourão é artista plástico, nascido no Rio de Janeiro em 1967. Sua obra abrange a produção de desenhos, gravuras, pinturas, esculturas, vídeos, fotografias, textos, instalações e performances. Construídas com diversos materiais, suas peças transitam entre dois campos opostos: o ficcional—as criações puras, concebidas a partir da fantasia—e o documental—as obras nascidas das observações do real; a cidade, o futebol, a política ou os botequins. Como curador e produtor, organizou exposições individuais de Fernanda Gomes, Cabelo, Tatiana Grinberg, Brigida Baltar e João Modé. Como editor, participou da criação das revistas O Carioca, Item e Jacarandá; lançou os livros ARTEBRA (Casa da Palavra, 2005), MOV (Automatica, 2011) e Volume 1 (Automatica, 2015). Projetos deste ano incluem a exposição “Introdução à teoria dos opostos absolutos” na galeria Nara Roesler, em São Paulo, e o lançamento do livro Volume 2, pela editora Automatica.

 

SOBRE O ARTISTA CABELO

Cabelo é poeta, músico e artista plástico. Considera seus desenhos, pinturas, esculturas, canções, performances, vídeos e instaurações, como manifestações da poesia. Segundo Luiz Camillo Osorio, “essas várias linhas de força de sua poética têm como foco um acontecimento expressivo sempre marcado pela presença contundente do corpo”. A obra acontece tanto num museu quanto na rua. Participou da X Documenta de Kassel, da 26ª e 33ª Bienal de São Paulo, 7ª Bienal do Mercosul, entre outras. Atualmente segue com o projeto Luz com Trevas: uma exposição, um show e um disco, que se misturam formando uma só obra.

 

SOBRE O STUDIO OM.ART

Idealizado por Oskar Metsavaht, reúne seu atelier de artes plásticas, o espaço expositivo e o studio para desenvolvimento e produção de projetos de arte. Sua sede foi inaugurada em 2018, no cluster de arte Vila Portugal, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro, como um espaço com conteúdos de reflexão contemporânea sobre arte, ciência e filosofia, por meio do olhar dos curadores, artistas e de intelectuais convidados. Já abrigou as exposições: Rhodislandia, de Hélio Oiticica; a coletiva Dialética, que reuniu obras de 15 dos maiores artistas brasileiros, como Lygia Clark, Antonio Dias, Ernesto Neto, Waltércio Caldas e Janaina Tschape; e o Projeto LABOR, residência artística e exposição de Carlos Vergara e o francês David Ancelin juntamente com Arjan Martins, Caroline Valansi, Lynn Court, Oskar Metsavaht, Vincent Rosenblatt e Vicente de Mello.

 

SERVIÇO:

Experienza Live Cinema #4 Raul Mourão + Cabelo

  • Abertura: 29 de junho de 15h às 20h
  • Exposição: 29 de junho a 04 de agosto de 2019
  • Horários: De quarta a domingo, das 14h às 20h
  • Local: studio OM.art
  • Endereço: Rua Jardim Botânico, 997 – Rio de Janeiro, RJ
  • Tel.: +55 (21) 2239-9019
  • Site: www.om.art.br
  • Email: [email protected]