Podemos ajudar?

Paula Klien em destaque no espaço da galeria Emmathomas da ArtRio 2018

A Galeria Emmathomas selecionou 4 obras da artista Paula Klien a obra faz parte da série “Extremos Líquidos” que esteve em exposição este ano na Casa de Cultura Laura Alvim. A galeria optou por expor apenas artistas mulheres, além de Paula, estão expostas obras das artistas Sani Guerra, Isabella Borges e Camila Rocha.

Em 2017, a artista carioca mostrou o trabalho seis vezes no exterior. Em Berlim, representada localmente, foram três vezes. Também em Nova Iorque, Buenos Aires e Londres, em uma apresentação solo na Saatchi Gallery. Esse ano voltou a expor em Berlim.

De acordo com Marcus de Lontra Costa, Paula Klien trabalha dentro de uma imagem que não tem limites determinados e que não tem verdades absolutas. É uma pintura que, em certo momento, parece quase querer flutuar, quase querer sumir. Ao mesmo tempo em que é um desenho, é uma coisa que não se consegue precisar. É no conceito da modernidade líquida de Bauman que  a artista parece oscilar.

“Eu lavo água preta”, diz Paula Klien. Em seu processo criativo, lava, inúmeras vezes, as marcas criadas por ela com o nanquim, procurando pela riqueza das cicatrizes que não conseguem ser apagadas. “O resultado tem uma relação com a beleza que o tempo traz.”  revela a artista.

Ainda segundo Lontra, as pinturas, quase sempre em grandes formatos e monocromáticas, são variações de cinzas. São cenários, são imagens, são paisagens poéticas que surpreendem pela ousadia, pela criatividade e pela capacidade da artista de dominar com precisão os seus meios técnicos, os seus meios expressivos, a sua própria linguagem.

 

Paula Klien em destaque no espaço da galeria Emmathomas da ArtRio 2018

Paula Klien em destaque no espaço da galeria Emmathomas da ArtRio 2018