Podemos ajudar?

Museus, instituições e espaços culturais reabrem em São Paulo

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa informou que os museus, instituições e demais centros culturais de São Paulo tiveram a reabertura permitida desde o último fim de semana (6), já que a situação da pandemia retornou para a fase amarela.

Instituições como o MASP, MAM, IMS e CCBB já reabriram e estão com exposições disponíveis. As condições de funcionamento implicam numa lotação máxima de 40% dos espaços, por no máximo 8 horas diárias e com encerramento às 20h. É preciso fazer agendamento prévio.

Confira o funcionamento dos principais locais:

 

MASP (Museu de Arte de São Paulo)

‘Degas’, mostra de Edgar Degas

Terça grátis Qualicorp 10h-18h (entrada até 17h30)

Quarta a Sexta 13h-19h (entrada até 18h30)

Sábado a Domingo 10h-18h (entrada até 17h30)

Segunda fechado

 

Museus, instituições e espaços culturais reabrem em São Paulo
‘Degas’

 

 

MAM (Museu de Arte Moderna)

‘Antonio Dias: Derrotas e Vitórias’

Terça a domingo, 12h às 18h (entrada até 17h30)

Domingo gratuito (mediante reserva de ingressos)

Segunda fechado

 

Museus, instituições e espaços culturais reabrem em São Paulo
Antonio Dias

 

Fiesp

‘Destinos. O homem inventa o homem’, de Jose Alberto Aguilar

Quinta e Sexta, das 13h às 19h

 

SESC Avenida Paulista

‘Oficina Molina – Palatnik’

A visitação da exposição é acompanhada pela equipe educativa e permite a entrada de até dez pessoas por vez, com duração de 30 minutos. Veja os horários disponíveis no site.

 

Farol Santander

‘Exfinito’, de Iván Navarro

Aberto de terça a domingo das 11h às 19h

 

Museus, instituições e espaços culturais reabrem em São Paulo
Exposição ‘ExFinito’ de Iván Navarro no Farol Santander

 

CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil)

‘Ivan Serpa: A Expressão do Concreto’

Segunda a sábado, das 10h às 18h

 

IMS (Instituto Moreira Salles)

‘Palavras cruzadas, sonhadas, rasgadas, roubadas, usadas, sangradas’, de Miguel Rio Branco

Terça a Domingo, das 12h às 18

 

Museus, instituições e espaços culturais reabrem em São Paulo
Cinema Glória, 1975, de Miguel Rio Branco