Podemos ajudar?

Museu do Pontal terá seminário online gratuito – “As religiões afro-brasileiras e a luta contra a intolerância”

Museu do Pontal convida para o quarto encontro do seminário online “Arte e Cultura Popular – O que muda quando a perspectiva racial entra em cena?”, que será realizado na próxima segunda-feira, 25 de outubro de 2021, às 18h, com transmissão ao vivo pela plataforma Zoom. O tema “As religiões afro-brasileiras e a luta contra a intolerância” vai conduzir a conversa entre os historiadores Anderson Oliveira (UNIRIO), Luiz Antonio Simas (UFRJ) Vinicius Natal (LABHOI/UFF).

As manifestações religiosas sempre foram as mais sensíveis e as mais difíceis de serem trabalhadas no universo das expressões da cultura popular, em função das fortes disputas e intolerâncias no campo religioso. Neste encontro serão discutidas, entre outras questões, as estratégias de luta contra a intolerância e o racismo religioso; como entender os trânsitos culturais religiosos; e sincretismos ou apropriações.

O seminário é voltado para o público em geral, e em especial para profissionais de educação, cultura e turismo, estudantes, artistas e demais interessados no assunto. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia do evento. Para receber o certificado de participação, o interessado deverá ter presença completa em 80% da programação dos cinco eventos previstos.

 

Museu do Pontal terá seminário online gratuito - "As religiões afro-brasileiras e a luta contra a intolerância"

 

Museu do Pontal terá seminário online gratuito - "As religiões afro-brasileiras e a luta contra a intolerância"

 

 

As inscrições são gratuitas, e podem ser feitas pelo link

https://www.sympla.com.br/religioes-afro-brasileiras-e-as-lutas-contra-a-intolerancia—4-encontro-s-arte-e-cultura-popular__1383374

 

Luiz Antonio Simas (1967, Rio de Janeiro) Luiz Antonio Simas é escritor, professor, educador, historiador, poeta e compositor. Tem 21 livros publicados sobre diversas temáticas ligadas às culturas populares brasileiras e sociabilidades construídas a partir da rua. Ganhou o Prêmio Jabuti de livro do ano de 2016, pelo Dicionário da História Social do Samba, escrito em parceria com Nei Lopes e foi finalista do mesmo prêmio em três outras ocasiões. Desenvolve desde 2012 projetos de história publica, memória e educação popular em bares, calçadas e praças dos subúrbios do Rio de Janeiro.

 

Museu do Pontal terá seminário online gratuito - "As religiões afro-brasileiras e a luta contra a intolerância"
Luiz Antônio – Foto de Edu Goldenberg

 

 

Anderson José Machado de Oliveira

Doutor em História Social pela Universidade Federal Fluminense. Professor Associado da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e Pesquisador do CNPq. É autor do livro “Devoção Negra: santos pretos e catequese no Brasil Colonial”; organizou os livros “Dimensões do Catolicismo no Império Português (séculos XVI-XIX)” – em parceria com William de Souza Martins – e “Historia de Clérigos y Religiosas en las Américas: conexiones entre Argentina y Brasil (siglos XVIII y XIX)” – em parceria com Valentina Ayrolo; tem artigos publicados em diversas revistas acadêmicas e também capítulos de livros publicados no Brasil e no exterior. Lidera o grupo de pesquisa ECCLESIA – Grupo de Estudos de História do Catolicismo.

 

Museu do Pontal terá seminário online gratuito - "As religiões afro-brasileiras e a luta contra a intolerância"
Anderson Oliveira

 

 

SOBRE OS COORDENADORES

Martha Campos AbreuHistoriadora e professora do PPGH e do ProfHist da UFF 

É professora titular do Instituto de História da UFF, atuando nos programas de pós graduação e no mestrado profissional em ensino de história. É pesquisadora do CNPq e desenvolve trabalhos nas seguintes temáticas: história da diáspora africana nas Américas, cultura popular, música negra e patrimônio cultural. Coordena o projeto Passados Presentes: memória da escravidão no Brasil.

 

Vinicius Natal – Antropólogo e pesquisador associado do LABHOI/UFF

É graduado em História pela UFF, mestre e doutor em Antropologia pela UFRJ. Possui pós-doutorado em História da Arte pela UERJ. Já atuou como diretor de pesquisa do Museu do Samba, diretor cultural do GRESU Vila Isabel e Coordenador de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do município do Rio de Janeiro. Atualmente, é pesquisador de enredos do GRES Acadêmicos do Grande Rio.

 

Museu do Pontal terá seminário online gratuito - "As religiões afro-brasileiras e a luta contra a intolerância"
Vinicius Natal – Foto de Bia Paixão

 

 

Angela Mascelani – Diretora e curadora do Museu do Pontal

Doutora em Antropologia pela UFRJ (2001), tendo estudado colecionadores de arte popular no Brasil, e Mestre em Artes Visuais pela UFRJ (1996), com pesquisada centrada na coleção formada por Jacques Van de Beuque. É autora dos livros: “O Mundo da Arte Popular Brasileira” (Ed. Mauad, 2000), com diversas edições; “Caminhos da Arte Popular: O Vale do Jequitinhonha” (MCP, 2008), que condensa suas pesquisas e viagens ao longo de 15 anos na região. É pesquisadora e atua há 25 anos na gestão e no planejamento do Museu do Pontal, compartilhando essas atividades, nos últimos 15 anos, com Lucas Van de Beuque.

 

Serviço: Quarto encontro do Seminário online – “Arte e Cultura Popular –O que muda quando a perspectiva racial entra em cena?”, com o tema “As religiões afro-brasileiras e a luta contra a intolerância” 
25 de outubro, das 18h às 20h

Inscrições gratuitas pelo link https://www.sympla.com.br/religioes-afro-brasileiras-e-as-lutas-contra-a-intolerancia—4-encontro-s-arte-e-cultura-popular__1383374