Podemos ajudar?

Mulheres representam 16% do mercado ainda centralizado da NFT Art

De acordo com um relatório lançado pela ArtTactic no início de novembro, o mercado de NFT Art não é tão diverso e possui apenas 16% de representação feminina. O estudo se baseou nas vendas do mercado primário e secundário no Nifty Gateway nos últimos 21 meses.

O resultado apontou a centralização de um mercado majoritário composto por homens brancos, residentes do norte global. Além disso, 55% de todas as vendas são dominadas por 5% dos artistas, 16 artistas no total. Sendo assim, os 25% principais artistas respondem por quase 90% dos valores totais, um mercado dominado por Beeple, Pak e o canadense Mad Dog Jones.

Embora Pak ainda seja um artista anônimo sem informação de gênero, a única mulher que figura entre os principais vendedores de NFT Art é Grimes, com vendas totalizadas em U$ 8,9 milhões, em números de comparação, Beeple vendeu U$ 50,8 milhões até a publicação do relatório. Além disso, Estados Unidos, Canadá e Inglaterra são os responsáveis por 73% de todas as vendas.

No geral, U$ 90,6 milhões, ou 23% das vendas no Nifty Gateway, foram arrecadados até agora por meio de projetos coletivos, que estão em constante crescimento.

 

Mulheres representam 16% do mercado ainda centralizado da NFT Art
“Gods in Hi-Res”, arte digital em NFT criada por Grimes

 

 

Mulheres representam 16% do mercado ainda centralizado da NFT Art