Podemos ajudar?

Metaverso, NFTs e blockchain: A inovação e o futuro do presente na arte

Só se fala em Metaverso, NFT’s e tecnologia, mas como isso influencia no futuro da arte? Bastante conhecido como um mundo virtual espacial incessantemente online, o Metaverso ganhou muita atenção mundial com Mark Zuckerberg mudando da marca do Facebook para Meta . 

Entretanto, já se fala há tempos sobre como essa nova tecnologia do metaverso irá ‘mudar tudo’. Mas como essa mudança ocorrerá para os artistas e suas instituições culturais? Como e por que eles deveriam se engajar na construção do metaverso? Desde o início da pandemia a restrição de experiências físicas acarretou em um aceleramento da experiência virtual, induzindo as organizações culturais a se voltarem para o espaço digital como a principal arena para comunicação e apresentação de arte ao público. 

A digitalização de coleções e obras pode se expandir para permitir que elas desenvolvessem uma vida digital paralela própria. As obras digitais, ou NFTs produzidos digitalmente são muito mais acessíveis com a possibilidade de infindas iterações, e em como essas obras se transformam em contextos diferentes. 

 

 

Metaverso, NFTs e blockchain: A inovação e o futuro do presente na arte
Juan Cogo/Divulgação

 

Metaverso, NFTs e blockchain: A inovação e o futuro do presente na arte

 

Com o metaverso na arte, será possível criar experiências únicas e individuais, gerando um diálogo e uma interatividade a partir de diferentes perspectivas. Sendo assim, em um mundo cada vez mais interligado virtualmente, o futuro da arte passa por uma inovação ao se interligar com esta nova forma de expressão. Uma das palavras-chave do futuro da arte é a interação.

A ArtReview destaca que os NFTs estão revolucionando o panorama da arte: “Os NFTs criaram um novo cruzamento entre a cultura pop e a arte contemporânea, mesmo que você não possa evitar o fato de que a explosão do NFT é impulsionada por uma especulação febril sobre criptomoedas”, conta JJ Charlesworth, editor da revista.

 

Metaverso, NFTs e blockchain: A inovação e o futuro do presente na arte
Richard Garet – Março de 2020, nº 4 , 2020

 

Os NFTs são a ponta deste iceberg do Metaverso. Estes ambientes virtuais avançados são espaços habitáveis ​​descobertos e em camadas que podem não só melhorar o relacionamento com os públicos existentes, mas também ajudar as instituições a se envolverem e descobrirem novos.

Claro que toda essa revolução não acontecerá da noite para o dia, mas já está acontecendo diante de nossos olhos.