Podemos ajudar?

Instituto Tomie Ohtake expõe mostra sobre José Alberto Nemer com curadoria de Agnaldo Farias

De 08 de julho a 29 de agosto, o Instituto Tomie Ohtake exibe a mostra ‘Nemer – aquarelas recentes’, com curadoria de Agnaldo Farias, traz a singular destreza do artista mineiro que faz do manejo astuto e delicado das pinceladas uma verdadeira apologia à aquarela.

Segundo o curador, os trabalhos de José Alberto Nemer propiciam um intermitente confronto entre uma orientação construtiva e um impulso orgânico. Diluídos na água, seus pigmentos correm pela folha, adivinhando suas minúsculas fissuras e revelando o acidentado da topografia do papel. A dimensão construtiva de suas obras se expressa, continua Farias, no recurso a figuras geométricas variadas, veloz e cuidadosamente executadas com lápis de grafite duro, com o apoio de régua, compasso.

Nesta mostra patrocinada pela CEMIG, a sensibilidade de suas composições, marcadas por cores que aliam vivacidade e transparência, chamam atenção pela escala. Quadrados, retângulos, grelhas, hachuras, círculos, trapézios, elipses, cruzes, arcos, pirâmides etc. povoam as 20 peças  de pequenos formatos, divididas entre duas dimensões, 7 x 10 cm e 7,5 x 12 cm.

Parte desse repertório de formas está presente nas 22 peças de formato maior, que também integram a exposição, começando nos 100 x 100 cm, até o inusual, pelas grandes dimensões, formato de 150 x 200 cm. Farias destaca que nessas maiores, a geometria é rarefeita, despojada, com círculos e retângulos quase perfeitos, posto que quase não são feitos por instrumentos, mas com a mão nua.

“Pensando na presença e no uso do elemento orgânico do trabalho de Nemer, frise-se que ele comparece já no emprego da aquarela, técnica intrincada, sujeita às idiossincrasias da água e dos pigmentos nelas dissolvidos, mais ou menos pesados, e que têm na transparência seu maior predicado. O domínio do artista nessa linguagem é impressionante, suas peças, especialmente as maiores, afiguram-se como celebrações”, completa o curador.

Instituto Tomie Ohtake expõe mostra sobre José Alberto Nemer com curadoria de Agnaldo Farias
Foto Miguel Aun

 

Instituto Tomie Ohtake expõe mostra sobre José Alberto Nemer com curadoria de Agnaldo Farias
Foto Miguel Aun

 

Instituto Tomie Ohtake expõe mostra sobre José Alberto Nemer com curadoria de Agnaldo Farias
Foto Miguel Aun

 

‘Nemer – aquarelas recentes’
Instituto Tomie Ohtake
De 08 de julho a 29 de agosto.
De terça a domingo, das 12h às 17h. Entrada franca.