Podemos ajudar?

Idosa furta jaqueta de exposição no Musée Picasso, manda alfaiate encurtar a peça e diz não saber que era uma obra de arte

Uma idosa de 72 anos furtou uma jaqueta azul exposta no Musée Picasso, em Paris, mandou um alfaiate encurtar a peça e disse não saber que se tratava de uma obra de arte. As informações são do jornal Le Parisien e afirmam que a mulher acabou detida após revisitar a exposição, mas acabou sendo liberada com uma advertência e o caso foi encerrado pelo Ministério Público italiano.

A obra do artista catação  Oriol Vilanova fazia parte da exposição ‘Picasso à l’image’ e estava exposta ao lado de uma foto em preto e branco de Picasso em seu estúdio. A jaqueta azul tinha os bolsos preenchidos com cartões postais representando obras de grandes figuras da história da arte. 

 

Idosa furta jaqueta de exposição no Musée Picasso, manda alfaiate encurtar a peça e diz não saber que era uma obra de arte
A jaqueta em questão

 

 

Idosa furta jaqueta de exposição no Musée Picasso, manda alfaiate encurtar a peça e diz não saber que era uma obra de arte
Arte da jaqueta do artista Oriol Vilanova na exposição

 

 

As câmeras de segurança flagraram a idosa colocando a obra em sua bolsa e após detida, afirmou ser apaixonada por arte e que não sabia que a jaqueta era uma obra. Em sua casa, a peça foi encontrada com as mangas encurtadas. Segundo o artista Vilanova, 150 cartões postais também foram destruídos.

O artista se mostrou decepcionado com o ocorrido, afirmando que já havia a exposto em vários outros locais sem qualquer problema parecido. Ele afirma não expor a obra sem estar presa pois “o público não poderia ter manipulado facilmente a obra. Ele queria que as pessoas pudessem lidar não apenas com os cartões postais, mas também com a jaqueta”.