Podemos ajudar?

Escola de Artes Visuais do Parque Lage apresenta a ocupação “Uramado AR, o despertar dos Tanukis”, de Julie Stephen Chheng

De 15 a 29 de novembro, a Escola de Artes Visuais do Parque Lage apresenta a ocupação “Uramado AR, o despertar dos Tanukis”, de Julie Stephen Chheng. Trata-se de um percurso em realidade aumentada que conta a história dos Tanukis, espíritos da floresta que despertam na cidade.

Ilustrações de animais, de tamanhos variados, são instaladas em diferentes pontos da EAV (em locais fechados e abertos). Os espectadores são convidados a baixar gratuitamente o aplicativo “URAMADO AR, o despertar dos Tanukis” (IOS e Android) para dar início à caça ao tesouro. À medida que os stickers são descobertos, os espíritos animam-se, surpreendem-se e fazem perguntas ao espectador. Em função das respostas, o espectador poderá descobrir, ao final do percurso, qual é o seu “animal-totem” e voltar para casa com sua própria máscara em realidade aumentada.

Uramado convida o público a questionar nossas diferenças de forma lúdica e poética, criando uma narrativa em que o real se mistura ao imaginário, tornando-se multiforme.

Escola de Artes Visuais do Parque Lage apresenta a ocupação “Uramado AR, o despertar dos Tanukis”, de Julie Stephen Chheng

Escola de Artes Visuais do Parque Lage apresenta a ocupação “Uramado AR, o despertar dos Tanukis”, de Julie Stephen Chheng

Escola de Artes Visuais do Parque Lage apresenta a ocupação “Uramado AR, o despertar dos Tanukis”, de Julie Stephen Chheng

Julie Stephen Chheng é designer, ilustradora e autora, com base em Paris. Graduada em Artes Decorativas, Paris, ela trabalhou as qualidades do papel e do digital na área literária do design e da cenografia. Instalada no Studio Volumique, ela é autora de vários livros e aplicativos. Em 2014, ela fez residência artística no Hong Kong Arts Center e, em 2016, foi vencedora do Prêmio em Artes Digitais na Villa Kujoyama em Kyoto. Em 2017 e 2018, ela apresentou Uramado no Musée de la Chasse et de la Nature, “Pliés Coupés Décalés”, uma exposição itinerante organizada pelo Salon du Livre Jeunesse de Montreuil e elaborou 18 vitrines para a maison Hermès em Tóquio.