Podemos ajudar?

Enquanto muitos enxergam a NFT Art com cautela, Itália aposta pesado na arte digital

Já é fato que a arte digital teve um crescimento absurdo desde 2020, principalmente devido aos NFTs, no entanto, muitas pessoas ainda enxergam este novo mercado com cautela. Quem já está investindo pesado na arte digital são as instituições italianas.

A mostra ‘Decentral Art Pavilion’ desembarcou na  59ª edição da Bienal de Veneza, com obras de artistas como Beeple, Robness, Ryan Koopmans, Alice Wexell, XCOPY. A exposição acontece no Palazzo Giustinian Lolin entre 23 de abril e 20 de junho, com curadoria de Florencia SM Brück, Javier Krasuk, Diego Lijtmaer e Simone Furian. Projeto de instalação de exposição de David Rodríguez Gimeno.

 

Enquanto muitos enxergam a NFT Art com cautela, Itália aposta pesado na arte digital
Daniel Arsham, Eroding and Reforming Bust of Rome (One Year) (2021)

 

 

Enquanto muitos enxergam a NFT Art com cautela, Itália aposta pesado na arte digital
Beeple, Infected #34/123 (2020), edição de 123, vídeo de canal único NFT com som. Propriedade de Pablo Rodríguez-Fraile Cortesia do artista.

 

 

Outra importante exposição de NFT Art será inaugurada no próximo dia 18 de maio no Palazzo Strozzi de Florença, contando com obras de Refik Anadol, Anyma, Daniel Arsham, Beeple, Krista Kim e Andrés Reisinger. Intitulada ‘ Let’s Get Digital!’, a curadoria é de Arturo Galansino, diretor do Strozzi, e Serena Tabacchi, diretora do Museu de Arte Digital Contemporânea (MoCDA).

As mostras visam estabelecer uma relação entre vanguarda e tradição, integrando a arte digital em um dos locais mais importantes da arte mundial.