Podemos ajudar?

Criptomoedas passam a ser aceitas na Christie’s e na Sotheby’s para compras de alto valor

As duas principais casas de leilões do mundo, Christie’s e Sotheby’s, anunciaram a possibilidade de adquirir obras e produtos a partir do pagamento com criptomoedas. A Sotheby’s aceitará Ether e Bitcoin em sua próxima venda de um diamante 101,38 quilates em forma de pera. Avaliado entre U$ 10 e U$ 15 milhões, o diamante será o item físico de maior valor já vendido na plataforma com a possibilidade de pagamento não tradicional.

“O denominador de valor mais antigo e emblemático pode agora, pela primeira vez, ser comprado usando a mais nova moeda universal da humanidade. Nunca houve um momento melhor para trazer um diamante de classe mundial como este para o mercado”, afirma Wenhao Yu, vice-presidente de joalheria da Sotheby’s na Ásia.

 

Criptomoedas passam a ser aceitas na Christie’s e na Sotheby’s para compras de alto valor

 

Além disso, Alex Rotter, chefe contemporâneo da Christie’s, afirmou que a casa aceitará criptomoedas na venda de um quadro de Keith Haring. A obra sem título de 1984 tem o valor estimado de £ 3,9 milhões a £ 4,5 milhões.

“Como uma das primeiras representações da arte contemporânea do computador doméstico, é adequado para um público cruzado de arte digital e colecionadores de arte tradicional”, afirmou a Christie’s.

Até agora, o maior valor pago com criptomoedas em uma casa de leilão foi a obra NFT ‘The First 5000 Days’, de Beeple.

 

Criptomoedas passam a ser aceitas na Christie’s e na Sotheby’s para compras de alto valor
KEITH HARING , Sem Título, (1958-1990)