Podemos ajudar?

Confira a programação completa do mês de julho do MAM Rio

Dentre os destaques da programação de julho no MAM Rio, estão as exposições ‘Estado Bruto’ (1/05 – 29/08); ‘Fayga Ostrower: Formações Do Avesso’ (20/03 – 25/07); e ‘Marcos Chaves: As Imagens Que Nos Contam’ (20/03 – 25/07). Há ainda o Ciclo de Conversas, o Acervo em Foco sobre a obra escultórica de José Bezerra, além da Cinemateca com os projetos ‘Ouvindo Histórias’ e ao ‘Ciclo Veredas do Patrimônio Audiovisual’.

 

Confira a programação completa:

 

MARCOS CHAVES: AS IMAGENS QUE NOS CONTAM

até 25 JUL

Curadoria: Beatriz Lemos, Keyna Eleison e Pablo Lafuente

 

Panorama da obra do artista carioca Marcos Chaves, com trabalhos das últimas quatro décadas. Instalações, esculturas, objetos, fotografias e vídeos capturam aspectos fundamentais das paisagens que o artista habita e pelas quais circula. O espaço expositivo, com as vidraças descobertas, permitirá ao visitante conectar diretamente as obras de Chaves com a cidade do Rio, tema recorrente do seu trabalho.

 

Exposição realizada com apoio da Galeria Nara Rosler.

 

 

FAYGA OSTROWER: FORMAÇÕES DO AVESSO

até 25 JUL

Curadoria conjunta da equipe curatorial do MAM Rio: Beatriz Lemos, Keyna Eleison e Pablo Lafuente, e a equipe de Educação e Participação, com Daniel Bruno, Gilson Plano e Shion Lucas

A importância do trabalho artístico de Fayga Ostrower (1920–2001), especialmente no campo da abstração, é comparável a sua relevância como pensadora e educadora de arte, trabalho que desenvolveu no Bloco Escola do MAM Rio. Fayga Ostrower: formações do avesso traz ao MAM gravuras e tecidos da artista junto com seus textos e ideias, para celebrar o centenário do seu nascimento em 2020 e a recente doação de um conjunto de obras ao museu pelo Instituto Fayga Ostrower.

 

ESTADO BRUTO
até 29 AGO

Curadoria: Beatriz Lemos, Keyna Eleison e Pablo Lafuente

Exposição com 125 esculturas selecionadas no acervo do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Obras de artistas de diferentes épocas, geografias e linguagens ocupam a totalidade do Salão Monumental e áreas do terceiro andar do museu, em forma de uma acumulação organizada que pretende mostrar a amplitude e a diversidade das coleções do museu.

VISITAS EDUCATIVAS

 

VISITAS MEDIADAS

SÁB, das 15h às 16h

 

Visitas presenciais às exposições, percorrendo obras e práticas artísticas, a partir das perspectivas de educadores em diálogo com as do grupo. No mês de julho, as visitas serão em torno do tema histórias”, elemento presente nas exposições em cartaz no MAM Rio.

Vagas: 12 por visita.

Distribuição de pulseira na bilheteria com 30 minutos de antecedência.

Classificação indicativa livre

 

SÁB 3 JUL

História e música

O violeiro Du Machado utiliza violas brasileiras, principalmente viola caipira e viola de cocho, e ritmos tradicionais como o catira e o lundu.

 

SÁB 17 JUL

História e mímica

Mímico e ator, Gabriel Lélis constrói e inventa histórias em diálogo com as coisas, o espaço e no encontro com as pessoas.

Vagas: 8

[Símbolo de mãos/Libras]

 

SÁB 31 JUL

História e invenção

A contadora de histórias Juliana Costa relaciona saberes e músicas populares.

 

 

VISITAS PETROBRAS

Os educadores acompanham grupos de até oito pessoas de qualquer idade, em que dialogam e compartilham olhares, leituras e significados em relação às exposições do MAM Rio. Vagas: 8 por visita. Agende em www.mam.rio/ingressos

 

DOM 4, 11, 18 e 25 JUL

 

10h30 – Uma volta pelas exposições – A visita propõe uma visão panorâmica da programação, instigando relações de contrastes e aproximações a partir da reflexão: o que pode ser um museu?

 

13h30 – Arquitetura MAM – Visita com foco no edifício, projetado por Affonso Eduardo Reidy, e nos Jardins do MAM, de autoria de Roberto Burle Marx. A arquitetura e o paisagismo como arte.

 

15h – Uma volta pelas exposições – A visita oferece uma visão panorâmica da programação, instigando relações de contrastes e aproximações a partir da reflexão: o que pode ser um museu?

 

 

VISITAS EXCLUSIVAS

Monte um grupo de seu relacionamento para ter acesso exclusivo às exposições antes do horário de abertura do museu para o público. Com ingresso de valor diferenciado, o grupo terá direito a reserva no estacionamento e acompanhamento de educadores, que irão propor circuitos de visitação a cada grupo a partir de um percurso previamente escolhido. São apenas duas sessões diárias, para grupos de até 8 pessoas, e seguem todos os protocolos de segurança sanitária. Agendar em www.mam.rio/ingressos

 

QUINTAS E SEXTAS, às 10h e 11h30

Percursos à escolha:

 

  1. Exposição

Visita aprofundada em uma das exposições em cartaz.​

 

  1. Coleções

Aspectos gerais das coleções e exposições do MAM​ Rio.

 

  1. Arquitetura

Um percurso através da arquitetura, do edifício MAM, da história do patrimônio cultural do museu, jardins e entorno.​

 

  1. Família

Crianças e familiares visitam o museu com abordagem voltada à experiência entre gerações.

 

 

ACERVO EM FOCO

SÁB 31 JUL, às 14h

Obra escultórica de José Bezerra

Encontro presencial dedicado a debater uma obra das coleções do MAM Rio. Neste mês, o educador Daniel Bruno conduzirá uma conversa sobre a escultura de José Bezerra de 2008 que integra a exposição Estado bruto.

Vagas: 12. Distribuição de pulseira na bilheteria com 30 minutos de antecedência.

Classificação indicativa livre

 

Confira a programação completa do mês de julho do MAM Rio
Centenário de Fayga Ostrower é celebrado no MAM Rio com exposição ‘Formações do Avesso’

 

Confira a programação completa do mês de julho do MAM Rio
Cildo Meireles – Estado Bruto

 

Confira a programação completa do mês de julho do MAM Rio
Fontana, 2003/2021 – Fonte Fita adesiva – Coleção do artista

 

 

PALESTRAS e CONVERSAS

 

 

QUI 01 JUL, às 18h30

Conversa com Marcos Chaves

Conversa online com o artista Marcos Chaves sobre a exposição monográfica As imagens que nos contam, em cartaz no MAM Rio até 25 de julho. Chaves falará com Keyna Eleison e Pablo Lafuente, Diretoria Artística do MAM Rio, sobre o seu processo de criação, e sobre a concepção e montagem da exposição, compartilhando registros, vistas e histórias.

Vagas: 50. Inscrições online: formulário. https://mamrio.typeform.com/to/got14YOO

 

 

TER 06 JUL, das 10h às 12h

Processos artísticos e virtualidades, com Biarritzz e Giordano Castro

Debate online (via Zoom) sobre os processos de criação artística ligados às práticas virtuais desde sua criação até sua dinâmica de circulação. O evento faz parte do ciclo de palestras Arte, Educação e Cultura Digital, em que tornamos públicos os debates realizados no projeto Expresso Educação – Residência Professor Pesquisador, voltados para professores e educadores.

Vagas: 50. Inscrições online: formulário. https://mamrio.typeform.com/to/rSDyoQEG

 

Uma das primeiras artistas brasileiras expoentes em GIF arte, Biarritzz investiga interações entre internet, imagens e corpos não hegemônicos. Remixa cultura pop, videoarte, política de memes, estéticas de videogame e poesia com as novas mídias.

 

Giordano Castro é ator e dramaturgo. É membro e um dos fundadores do Grupo Teatral Magiluth e responsável por cinco dramaturgias montadas pelo grupo. Licenciado em Artes Cênicas pela UFPE, participou dos filmes como Tatuagem, de Hilton Lacerda, e Tungstênio, de Heitor Dahlia.

 

O projeto Expresso Educação é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, pela JSL e Multiterminais, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.

 

SÁB 10 JUL, às 16h

Fala online de Diego del Valle Ríos

Conversa do editor e gestor Diego del Valle sobre os limites da linguagem e a geração de símbolos em ocasião de sua participação como professor na Residência Pesquisa em Artes.

Vagas: 50. Inscrições online: formulário. https://mamrio.typeform.com/to/pqwRJWss

 

Diego del Valle Ríos é editor, gestor-facilitador cultural e escritor independente. Desde 2017 é editor da revista mexicana Terremoto, plataforma dedicada à divulgação do pensamento crítico em torno da arte contemporânea.

 

A Residência Pesquisa em Artes recebe no MAM Rio 12 artistas e pesquisadoras durante 8 meses, criando situações de diálogo entre profissionais do campo da arte e contribuindo com a formação desses profissionais e seus posicionamentos frente às dinâmicas de se fazer e circular arte. É patrocinada por PetraGold.

 

 

CICLO DE CONVERSAS – CENAS DA CULTURA IMATERIAL. Parte 1: Culturas imateriais como culturas da cena

Ciclo de conversas sobre práticas culturais imateriais a partir do convite às mestras e mestres ligadas a essas tradições no Maranhão, Rio de Janeiro e outras regiões do Brasil. O ciclo, que se estende de julho a novembro, é organizado pelo MAM Rio em colaboração com o Centro Cultural Vale Maranhão (MA), e faz parte do projeto Legados vivos, patrocinado pelo Instituto Cultural Vale. O projeto inclui também a exposição A memória é uma invenção, prevista para setembro deste ano no MAM Rio, e uma publicação com o mesmo título, prevista para novembro.

 

QUA 28 JUL, das 14h às 16h

Introdução ao ciclo com Gabriel Gutierrez, Diretor e Coordenador Artístico do CCVM e Keyna Eleison e Pablo Lafuente, Diretoria Artística do MAM Rio. Seguida da mesa Atos ancestrais, que se aproxima às culturas imateriais em tanto que culturas da cena em sua relação com saberes ancestrais, com Mãe Celina de Xangó e Nadir Cruz; moderação de Keyna Eleison.

Vagas: 50. Inscrições online: formulário.

 

Biografias: XXX

 

QUI 29 JUL, das 14h às 16h

A segunda mesa, titulada A efemeridade da cena, se aproxima ao paradigma cénico ao centro das tradições do samba e do boi bumbá, com Haroldo Costa e Lauande Aires; moderação de Ubiratá Trindade, Coordenador Educativo do CCVM.

Vagas: 50. Inscrições online: formulário.

 

Biografias: XXX

 

OFICINAS

 

SÁB 3 JUL, das 10h às 12h e 14h às 16h

Oficinas de pipa

Duas oficinas presenciais para criar pipas com o Coletivo I love MP, ocupando o jardim e os céus do MAM Rio. Sem inscrição. Classificação indicativa livre.

Faz parte do projeto Zona Aberta, um ateliê móvel que propõe atividades artístico-pedagógicas nas áreas externas do MAM Rio. Zona Aberta é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, pela Adam Capital e Deloitte, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS

 

Lançamento QUA 7 JUL

Oficinas online de tintas caseiras para crianças

Nessa oficina online em vídeo para crianças, o artista Benoit Fournier mostra como a cozinha pode virar um ateliê a partir de tintas feitas com beterraba e temperos. Parte do projeto Para fazer em casa.

Disponível em www.vimeo.com/mamrio.

 

SÁB 10 JUL, das 10h às 12h e 14h às 16h

Capoeira para crianças

Oficinas presenciais com o professor João Borges Paranhos dedicada à experiência da ginga e do movimento da capoeira para crianças. Sem inscrição. Classificação indicativa livre. Faz parte do projeto Zona Aberta.

 

SEX 16 JUL, das 14h às 16h

Dançar Carimbó

Oficina presencial de férias para aprender com o corpo sobre a música e dança do ritmo amazônico Carimbó, com  o professor Silvan Galvão. Sem inscrição. Classificação indicativa livre.

Vagas: 12. Inscrições online: formulário.https://mamrio.typeform.com/to/qqYL3IVW

 

SÁB 17 JUL, das 10h às 12h e 14h às 16h

Fitdance

Convite para dançar, aproveitar o parque e a arquitetura do MAM Rio e participar de duas aulas presenciais de fitdance com o professor Jhonny Souza. Sem inscrição. Classificação indicativa livre. Atividade que integra o projeto Zona Aberta.

 

SEX 23 JUL, das 14h às 16h

Música e letramento

Oficina presencial de férias de prática musical para crianças e família, conhecendo diversos ritmos como ijexá, samba, funk entre outras sonoridades afrobrasileiras por meio do ritmo, a melodia e a canção. são conexões com nossos ancestrais, com o pesquisador Carlos Carvalho. Classificação indicativa livre.

Vagas: 12. Inscrições online: formulário.https://mamrio.typeform.com/to/J4mnBDKd

 

SÁB 24 JUL, das 10h às 12h e 14h às 16h

Brincando com bandeirinhas

Neste sábado, vamos brincar no MAM Rio de construir e criar com o educador Antonio Amador a partir das bandeirinhas dos presentes nas festas de junho e na obra de Alfredo Volpi. Sem inscrição. Classificação indicativa livre. Atividade faz parte do projeto Zona Aberta

 

SEX 30 JUL, das 14h às 16h

Oficina de JONGO – com Quilombo Etu

Oficina presencial de férias uma prática dos passos e ritmos musicais do jongo, uma dança de roda patrimônio cultural imaterial do Brasil e

 

SÁB 31 JUL, das 10h às 12h e 14h às 16h

Oficinas de Perna de Pau

Junto com Raquel Poti e seu grupo de pernaltas, esta oficina presencial é uma oportunidade para aprender a andar de perna de pau. Sem inscrição. Classificação indicativa livre. Oficinas fazem parte do projeto Zona Aberta.

 

 

 

Programação online da CINEMATECA DO MAM

Programação gratuita: www.vimeo.com/channels/cinematecadomam

 

MOSTRA DIAS COM VIVIANE

 

SEX 2 JUL – QUI 5 AGO

 

Mostra dedicada a uma cineasta fundamental para o audiovisual brasileiro. Autora de curtas, médias metragens de ficção e documentais, videoclipes e outros formatos, Viviane Ferreira foi a segunda mulher negra a dirigir um longa-metragem no Brasil. Além de cineasta e advogada, Ferreira é ativista, e uma liderança na produção independente brasileira. Criou e assumiu a presidência da APAN – Associação de Profissionais do Audiovisual Negro e, em 2021, assumiu a direção da SPCine, distribuidora da prefeitura de São Paulo.

 

SEX 2 JUL – QUI 8 JUL
Programa 1. Dê sua ideia, debata de Viviane Ferreira. Brasil, 2008. Documentário. 28’. Classificação indicativa livre. + Mumbi7Cenas Pós Burkina de Viviane Ferreira. Brasil, 2010. Com Maria Gol. 7’. Classificação indicativa livre

 

SEX 9 JUL – QUI 15 JUL

Programa 2. D’origem africana de Viviane Ferreira. Brasil, 2013. Videoclipe . 4’40’’ + Amor ao rap de Viviane Ferreira. Brasil, 2012. Videoclipe. 4’40’’ + Carroceiro de Viviane Ferreira. Brasil, 2013. Videoclipe. 3’53’’ + Amigo também pode de Viviane Ferreira. Brasil, 2012. Videoclipe. 4’41’’ + O dia de Jerusa de Viviane Ferreira. Brasil, 2014. Com Léa Garcia e Débora Marçal. 20’. Classificação indicativa livre

 

SEX 16 JUL – QUI 22 JUL

Programa 3. Peregrinação, de Viviane Ferreira. Brasil, 2014. Documentário. 50’ Classificação indicativa: 10 anos

SEX 23 JUL – QUI 29 JUL

Programa 4. Sambailando, de Viviane Ferreira. Brasil, 2012. Documentário. 50’ Classificação indicativa: 10 anos.

 

SEX 30 JUL – QUI 5 AGO

Programa 5. Pessoas – contar para viver de Marcelo Machado, Marco Del Fiol, Pedro Cezer, Tatiana Toffoli e Viviane Ferreira. Brasil, 2019. Documentário. 86’. Classificação indicativa: 10 anos

 

DEBATE

SEX 16 JUL, às 16h (YouTube e Facebook)

Conversa com Viviane Ferreira. Mediação Izabel Melo.

 

MOSTRA RIO DESAPARECIDO

QUI 15 JUL – DOM 25 JUL

 

Como parte da programação do Congresso Mundial de Arquitetura – UIA 2021, a Cinemateca do MAM apresenta, em parceria com a RioMemórias, a mostra Rio desaparecido. A mostra é composta por três filmes: duas obras contemporâneas e outra realizada há cem anos que retratam o traçado urbanístico, além de outros aspectos do cotidiano da cidade do Rio de Janeiro. São elas O desmonte do monte, de Sinai Sganzerla, Crônica da demolição, de Eduardo Ades, e Nos souverains au Brèsil, filme realizado pelo Serviço Cinematográfico do exército belga em 1920 por ocasião da visita ao Brasil do Rei Alberto 1o da Bélgica. Este filme foi digitalizado a partir dos nitratos originais especialmente para a mostra em parceria com a Cinémathèque Royale de Belgique, instituição que conserva os materiais do filme.

 

 

QUI 15 JUL- DOM 25 JUL

Programa 1. Nossos soberanos no Brasil (Nos souverains au Brèsil) do Service Cinématographique de l’Armée belge. Bélgica, 1920. Documentário.

 

Programa  2. O desmonte do monte de Sinai Sganzerla. Brasil, 2018. Documentário. 85’. Classificação indicativa 10 anos

 

Programa 3. Crônica da demolição de Eduardo Ades. Brasil, 2015. Documentário. 90’. Classificação indicativa livre

 

DEBATES

SEG 19 JUL, às 18h (YouTube e Facebook do MAM Rio)

Debate em torno do filme Nossos soberanos no Brasil (Nos souverains au Brésil). Com a participação de Heloisa Starling, Frederico Coelho e Luiz Fernando Janot. Mediação Hernani Heffner

TER 20 JUL, às 18h (YouTube e Facebook do MAM Rio)

Debate em torno do filme Crônica da demolição. Com a participação de Eduardo Ades, Antônio Edmilson Martins e Nireu Cavalcanti. Mediação Livia Baião

 

QUA 21 JUL, às 18h (YouTube e Facebook MAM)

Debate em torno do filme O desmonte do monte. Com Sinai Sganzerla, Evelyn Furquim Werneck Lima, Lauro Cavalcanti. Mediação José Quental

 

CICLO VEREDAS DO PATRIMÔNIO AUDIOVISUAL

26 JUL – 10 AGO

Em julho, o projeto Veredas do Patrimônio Audiovisual é dedicado ao trabalho da própria Cinemateca do MAM, aproveitando o 66° aniversário da sua fundação, bem como a inauguração do novo Centro de Conservação José Carlos Avellar.

O foco da programação fica no acervo fílmico de José Carlos Avellar, jornalista, crítico, ensaísta e professor que trabalhou na instituição e a dirigiu no biênio 1991/92. Avellar exerceu grande influência sobre os estudos de cinema no Brasil e na América Latina e realizou inúmeros filmes como diretor de fotografia. Juntamente com os filmes de Avellar, um debate discute o pensamento de Avellar e marca simbolicamente a inauguração do novo centro de conservação da Cinemateca.

O projeto Veredas do Patrimônio Audiovisual é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, pela Concremat, H.I.G. Capital, Guelt Investimentos, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.

 

SEX 30 JUL – DOM 1 AGO

Coleção José Carlos Avellar. [Clementina de Jesus] de José Carlos Avellar. Brasil, 1972-1978. +  [Enterro do estudante Edson Luís,] de José Carlos Avellar. Brasil, 1968. 10’. Classificação indicativa livre

 

DEBATE

SEX 30 JUL, às 16h (YouTube e Facebook do MAM Rio)

José Carlos Avellar: trajetória, memória, acervo. Com a participação de Carlos Alberto de Matos, Pedro Bucher e Cláudia Duarte. Mediação Fábio Vellozo

 

 

PROJETO: OUVINDO HISTÓRIAS

Em julho, seguimos apresentando o projeto Ouvindo Histórias. Depoimentos sobre a Cinemateca do MAM, um projeto de história oral que vem recolhendo falas de diversos colaboradores que, ao longo das últimas seis décadas e meia, participaram da história da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

 

TER 13 JUL, às 18h (vimeo.com/showcase/ouvindohistorias)

Lançamento da terceira entrevista do projeto. Depoimentos sobre a Cinemateca do MAM. Depoimento de Juçara Palmeira, que foi arquivista da Cinemateca do MAM.

 

TER 27 JUL, às 18h (vimeo.com/showcase/ouvindohistorias)

Lançamento da quarta entrevista do projeto. Depoimento de Lucila Avelar, que trabalhou como secretária de Cosme Alves Netto na Cinemateca do MAM.

 

 

ECRÃ – FESTIVAL DE EXPERIMENTAÇÕES AUDIOVISUAIS

DEBATE

SAB 24 JUL 20h (YouTube MAM Rio e YouTube Ecrã)

Jogos eletrônicos, patrimônio audiovisual? Com a participação de Rafael  Zamorano, Rian Rezende e Thays Pantuza. Mediação Ines Aisengart Menezes.

Parte da quinta edição de Ecrã – Festival de Experimentações Audiovisuais que, de forma pioneira, incorpora a sua extensa programação, uma seleção de jogos eletrônicos. Em diálogo com esta proposta que busca trazer os games como parte desse universo audiovisual, a Cinemateca do MAM promove uma reflexão sobre o lugar dessas produções como bens culturais e a importância de sua preservação. A programação da quinta edição do festival pode ser acompanhada neste link https://www.festivalecra.com.br/.