Podemos ajudar?

Atividades Culturais marcam o mês de junho no Galpão Bela Maré

O Galpão Bela Maré, que até o dia 12 de junho realiza a exposição “MASCULINIDADES em DIÁLOGOS”, resultado da segunda turma da residência-formativa da Escola Livre de Artes (ELÃ), promove uma série de atividades no mês de junho que poderão ser conferidas em seu canal do youtube e na página do instagram. Às quintas e sábado, de 12h às 18h, o Galpão Bela Maré está de portas abertas para visitação, respeitando todas as medidas sanitárias. E no feriadão de Corpus Christi tem horário especial: a visitação será estendida também na sexta-feira (04).

No próximo dia 04, às 16h, dando continuidade aos debates e construções de saberes suscitados pela exposição “MASCULINIDADES e DIÁLOGOS” o Programa Educativo do Galpão Bela Maré, dessa vez, promove a atividade “Onde mora o encanto”, ministrada pela arte-educadora Caju Bezerra,  com foco na conscientização das relações de gênero, por meio da narrativa de três mitos, da cultura iourubá que trazem pautas de gênero, protagonizadas por Orixás.

Para a coordenadora do Programa Educativo do Galpão Bela Maré, Érika Lemos Pereira da Silva: “Para algumas pessoas os debates sobre masculinidades são recentes, porém quando olhamos para nosso passado ancestral percebemos que estas questões já estavam lá, seja através dos mitos ou através das práticas sociais. Com esta atividade, esperamos ampliar as questões de gêneros por outros pontos de vista, afirmando também a importância de conhecermos e narrarmos nossas histórias.”

O Programa Educativo tem como um dos seus principais eixos o ciclo formativo que busca a reflexão e a construção de espaços mútuos de aprendizagem entre educadores e participantes, tendo como foco principal um tema central e seus desdobramentos.

 

 

Atividades Culturais marcam o mês de junho no Galpão Bela Maré
Os algozes e os amantes, 2021, Rafael Amorim

 

 

Programação de Feriado

A visitação presencial está aberta sempre às quintas e sábados, de 12h às 18h, porém com o feriado de Corpus Christi, essa semana abrirá também na sexta, dia 04. Para o público espontâneo, o Galpão recebe até 30 pessoas por hora. As visitas mediadas serão realizadas sempre em grupos de 8 pessoas, nos horários de 14h às 15h e 16h às 17h. Uma ótima oportunidade para conferir a exposição que se encerra em 12 de junho.

 

Confira abaixo a Programação completa do Galpão Bela Maré em junho:

Dias 03, 04, 05 [quinta, sexta, sábado] – 14h e 16h

Visita Mediada

Ampliando os sentidos apresentados pela exposição “MASCULINIDADES em DIÁLOGO”, o Galpão Bela Maré oferecerá aos públicos conversas, partilhas e trocas na exposição, articulando conceitos e conteúdos pilares do projeto curatorial aos interesses dos participantes.

Em dois horários, 14h e 16h, as visitas mediadas serão oferecidas para até 8 pessoas por ordem de chegada e respeitando os protocolos sanitários.

Participe!

Endereço: Rua Bittencourt Sampaio, 169, Maré (entre as passarelas 09 e 10)

 

Classificação etária: Livre

Facebook: /GalpaoBelaMare

Instagram: @galpaobelamare

Youtube: /belamaregalpao

 

Dia 05 [sábado] – 17h

Performance Ensaios de confrontos – House of Mamba Negra

Em parceria com a artista Patfudyda, o Galpão Bela Maré apresenta um ciclo de performance “Ensaios de confrontos”.

Elaborar ações provisórias para adentrar camadas do invisível e habitar as fragilidades, através de práticas desviantes, indisciplinares e fugitivas pensar o corpo, o espaço e a presença na performance. Em uma tentativa de não ser capturado pela representação, projetar no território do Galpão Bela Maré imagens que questionem o tempo e as violências encarnadas no termo masculinidades, articulando estratégias para trair a palavra e sobrepor outros significados.

Nesta semana, a artista recebe a House of Mamba Negra e juntas realizam uma Vogue Performance.

Atividade presencial

Classificação etária: Livre

E-mail: [email protected]

Facebook: /GalpaoBelaMare

Instagram: @galpaobelamare

Youtube: /belamaregalpao

 

Dia 07 [segunda] – 16h

Prosa com Artistas | Percursos

Na semana em que encerramos a exposição “MASCULINIDADES em DIÁLOGO”, a curadoria do Galpão Bela Maré convida os públicos para participarem de um conjunto de Prosas com Artistas, espaço de diálogo entre artistas, educadores, curadoria e públicos, propondo, assim, a apresentação de trajetórias dos artistas e dos trabalhos expostos.

Neste dia, conversaremos com a educadora Eloisa Brantes e as/os/es artistas Morani Àáró, Pedro Moraes, Rafa Amorim e Simonne Alves, .

A atividade será postada no Youtube.

Classificação etária: Livre

E-mail: [email protected]

Facebook: /GalpaoBelaMare

Instagram: @galpaobelamare

Youtube: /belamaregalpao

 

Dia 09 [quarta] – 16h

Prosa com Artistas  | Corpos

Na semana em que encerramos a exposição “MASCULINIDADES em DIÁLOGO”, a curadoria do Galpão Bela Maré convida os públicos para participarem de um conjunto de Prosas com Artistas, espaço de diálogo entre artistas, educadores, curadoria e públicos, propondo, assim, a apresentação de trajetórias dos artistas e dos trabalhos expostos.

Neste dia, conversaremos com as educadoras Livia Vidal e Daniela Gomes e as/os/es artistas Abimael Salinas, Ana Bia, Davi Pontes e Wallace Ferreira.

A atividade será postada no Youtube.

Classificação etária: Livre

E-mail: [email protected]

Facebook: /GalpaoBelaMare

Instagram: @galpaobelamare

Youtube: /belamaregalpao

 

Dia 10 [quinta] – 14h e 16h

Visita Mediada

Ampliando os sentidos apresentados pela exposição “MASCULINIDADES em DIÁLOGO”, o Galpão Bela Maré oferecerá aos públicos conversas, partilhas e trocas na exposição, articulando conceitos e conteúdos pilares do projeto curatorial aos interesses dos participantes.

Em dois horários, 14h e 16h, as visitas mediadas serão oferecidas para até 8 pessoas por ordem de chegada e respeitando os protocolos sanitários.

Participe!

Atividade presencial

Classificação etária: Livre

Para mais informações:

E-mail: [email protected]

Facebook: /GalpaoBelaMare

Instagram: @galpaobelamare

Youtube: /belamaregalpao

 

Dia 11 [sexta] – 16h

Prosa com Artistas  | Materialidades

Na semana em que encerramos a exposição “MASCULINIDADES em DIÁLOGO”, a curadoria do Galpão Bela Maré convida os públicos para participarem de um conjunto de Prosas com Artistas, espaço de diálogo entre artistas, educadores, curadoria e públicos, propondo, assim, a apresentação de trajetórias dos artistas e dos trabalhos expostos.

Neste dia, conversaremos com o educador RafaÉis e as/os/es artistas Luiza Stavale, Paulo Vinícius, Simba e Taísa Vitória.

A atividade será postada no Youtube.

Classificação etária: Livre

E-mail: [email protected]

Facebook: /GalpaoBelaMare

Instagram: @galpaobelamare

Youtube: /belamaregalpao

 

Sobre o Observatório de Favelas

Observatório de Favelas, criado em 2001, é uma organização da sociedade civil sediada no Conjunto de Favelas da Maré, mas com atuação nacional. Dedica-se à produção de conhecimento e metodologias visando incidir em políticas públicas sobre as favelas e promover o direito à cidade. Fundado por pesquisadores e profissionais oriundos de espaços populares, tem como missão construir experiências que contribuam para a superação das desigualdades e o fortalecimento da democracia a partir da afirmação das favelas e periferias como territórios de potências e direitos. Atualmente, tem em andamento projetos, divididos em cinco áreas: Arte e Território, Comunicação, Direito à Vida e Segurança Pública, Educação e Políticas Urbanas. Muitos em parcerias com universidades, organizações locais, nacionais e internacionais.

 

O que é o Galpão Bela Maré

O Galpão Bela Maré, projeto do Observatório de Favelas realizado em parceria com a Automatica, é um espaço voltado à difusão, produção, mobilização, formação e fruição das artes e das expressões culturais através de suas mais variadas manifestações, visando, sobretudo, a articular a produção artística periférica com o circuito da arte contemporânea no Rio de Janeiro. Inaugurado em 2011, consolidou-se como um espaço de referência na cidade para o debate do papel político da arte, especialmente no contexto das periferias.

 

O que é a ELÃ

A Elã – Escola Livre de Artes é um experimento artístico-pedagógico que concebe um espaço de criação e reflexão no campo estético e político, de fomento à produção artística contemporânea, para jovens artistas de favelas e periferias. Em 2019/20 teve como tema “O nome que a gente dá às coisas” em parceria com a EAV Parque Lage e a Produtora Automatica. Já no biênio 2020/21 tem como tema “Construindo masculinidades outras” em parceria com a Produtora Automática e o GlobalGRACE Brasil.

 

Realização: Observatório de Favelas

Parcerias: Automatica, GlobalGRACE, Promundo, Instituto de Relações Internacionais – PUC-RIO, Uniperiferias – IMJA.

Apoio: Samambaia Filantropias

Contato
Tiago Alves Pereira
Assessor de Imprensa do Observatório de Favelas
E-mail: [email protected]
Telefone: +55 21 97180-1276