Podemos ajudar?

Arte em foco com Vanda Klabin e Cassia Bomeny Galeria na Sala da Colecionadora assinada por Marcia e Manu Müller na Casa Cor Rio 2019

A mostra CASACOR Rio 2019 deu um enfoque especial em arte esse ano. Além do público encontrar obras de arte em diversos ambientes, nesta edição, as arquitetas Marcia e Manu Müller assinam o ambiente “Sala da Colecionadora” com obras do acervo da Cassia Bomeny Galeria e curadoria assinada por Vanda Klabin.

Para que as obras ocupem o lugar de destaque, foi pensado em um ambiente que concilia intimismo e minimalismo. “Criamos uma ambientação quase transparente”, diz Marcia. Os móveis e tecidos são brancos ou em leves tons de cinza. Alguns móveis são novos e outros, recriados a partir de peças antigas.

A Sala da Colecionadora, iniciou a série “Arte em Foco”, encontros sobre arte que acontece toda terça-feira, às 17:30h, com participações de diferentes artistas, colecionadores particulares, diretores de museus e instituições.

Amanhã, terça-feira, 03 de setembro às 17:30h, Anna Paola Baptista, curadora e coordenadora técnica dos Museus Castro Maya, estará presente junto a Vanda Klabin, historiadora e curadora de arte, para uma conversa sobre a arte e as coleções cariocas. As conversas são realizadas com o propósito de aproximar o público e compartilhar conhecimento sobre arte e colecionismo. Não perca!

A CASACOR Rio 2019 está no edifício Touring, na Praça Mauá, entre os museus MAR e do Amanhã, em frente à estação do VLT “Parada dos Museus”.

 

Arte em foco com Vanda Klabin e Cassia Bomeny Galeria na Sala da Colecionadora assinada por Marcia e Manu Müller na Casa Cor Rio 2019

Arte em foco com Vanda Klabin e Cassia Bomeny Galeria na Sala da Colecionadora assinada por Marcia e Manu Müller na Casa Cor Rio 2019

 

SOBRE A CURADORIA

Vanda Klabin é cientista social, historiadora e curadora de arte. Editora de revistas e catálogos de arte, coordenou várias pesquisas sobre arte brasileira. Realizou diversas curadorias de artes plásticas e é autora de artigos e ensaios sobre arte contemporânea. É consultora para diversos projetos culturais. Nasceu, vive e trabalha no Rio de Janeiro.


SOBRE OS MUSEUS

Os Museus Castro Maya – Museu da Chácara do Céu, em Santa Teresa e Museu do Açude, no Alto da Boa Vista – são o legado de vida do industrial, editor, mecenas e colecionador de arte, Raymundo Ottoni de Castro Maya (1894-1968). Castro Maya deixou como herança para o público suas duas casas no Rio de Janeiro e toda sua multifacetada coleção de arte. Desde a criação da Fundação Castro Maya em 1963 até os anos oitenta a instituição funcionou como museu privado, porém a partir daí tornou-se um órgão federal hoje vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus.
A casa de estilo neo-colonial do Açude abriga as coleções de arte oriental, azulejaria, louça do Porto, mobiliário além das instalações que compõem o Circuito de Arte Contemporânea ao ar livre no seio da Floresta da Tijuca, com peças dos artistas Ângelo Venosa, Anna Maria Maiolino, Eduardo Coimbra, Helio Oiticica, Iole de Freitas, Jose Resende, Lygia Pape, Nuno Ramos, Piotr Uklanski e Waltercio Caldas. A Chácara do Céu, uma construção de arquitetura modernista, exibe as coleções de arte europeia (com obras que vão do Século IV a.C ao XX de nossa era), uma notável Brasiliana onde se destacam os mais de 500 originais de Jean-Baptiste Debret, de arte brasileira moderna, de arte popular e de livros raros. É também onde se realiza o projeto Os Amigos da Gravura, que fomenta a criação de obras exclusivas por parte de artistas contemporâneos brasileiros. Ambos os museus possuem cômodos mobiliados e ambientados que preservam o caráter original de moradia dos espaços. Os dois museus realizam também exposições temporárias e contam com setores dedicados ao trabalho educativo.