Podemos ajudar?

A Central Galeria apresenta ‘Sombras sem figura’, segunda individual de Simone Cupello na galeria com curadoria de Marisa Flórido

Entre 2 de abril e 25 de maio, a Central Galeria apresenta ‘Sombras sem figura’, a segunda exposição individual de Simone Cupello na galeria. Com curadoria de Marisa Flórido, a mostra reúne obras recentes – produzidas ao longo da pandemia e em parte influenciadas por ela – que refletem sobre o tempo e o estatuto da imagem.

Como é recorrente na prática da artista, um grande acervo de fotografias analógicas coletado ao longo de anos é empregado em trabalhos com características escultóricas e instalativas. Esse uso não convencional do material fotográfico aponta para temas basilares de sua poética, na qual a artista está mais interessada na imagem como prática humana do que enquanto mídia em si. “Simone Cupello debruça-se, pela fotografia, à investigação da imagem: seu estatuto difícil, sua indeterminação constitutiva, os lugares e o movimentos de sua aparição e desaparição, os códigos de enquadramento e os dispositivos que determinam os regimes de visibilidade, que moldam as subjetividades, que codificam vida e arte”, analisa a curadora Marisa Flórido.

 

A Central Galeria apresenta 'Sombras sem figura', segunda individual de Simone Cupello na galeria com curadoria de Marisa Flórido
besta pública (lapidarium), 2021

 

 

A Central Galeria apresenta 'Sombras sem figura', segunda individual de Simone Cupello na galeria com curadoria de Marisa Flórido

 

 

Ainda que a figura humana não apareça de forma ostensiva, ela é evocada ao longo de toda a exposição, sugerindo histórias de pessoas que se apagaram com o tempo. Lápides, fragmentos e vazios também são elementos que se repetem para indicar ausências. “De fato, tenho a sensação que alguma coisa importante mudou nos últimos tempos”, reflete Simone. “Acho que não iremos mais nos relacionar como antes, que a tal ‘ruptura comportamental’ via tecnologia, que tanto temíamos e prevíamos há décadas, foi finalmente consolidada. Estamos partidos, mais além das divisões de classe. Minhas fotos parecem pertencer a um outro momento da vida, viraram vestígio”.

Simone Cupello nasceu em Niterói, 1962. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Graduada em Arquitetura (1986) e com uma extensa carreira com cenografia, TV e cinema, desenvolve desde 2013 sua pesquisa como artista visual. Já realizou exposições individuais em: Central Galeria (São Paulo, 2018), Centro Cultural Cândido Mendes (Rio de Janeiro, 2017), Centro Cultural Justiça Federal (Rio de Janeiro, 2016), entre outras. Entre suas exposições coletivas recentes, destacam-se: Arte Londrina 7, Casa de Cultura da UEL (Paraná, 2019); 43° SARP, Museu de Arte Ribeirão Preto (Ribeirão Preto, 2018); MONU – A Arte Delas, Marina da Glória (Rio de Janeiro, 2018); Frestas – Trienal de Artes, Sesc Sorocaba (Sorocaba, 2017); Mostra Bienal Caixa de Novos Artistas (mostra itinerante, 2015-2016); Fotos Contam Fatos, Galeria Vermelho (São Paulo, 2015). Sua obra está presente nas coleções do MAR (Rio de Janeiro) e do FAMA (Itu).

 

A Central Galeria apresenta 'Sombras sem figura', segunda individual de Simone Cupello na galeria com curadoria de Marisa Flórido

 

 

 

exposição: Simone Cupello: Sombras sem figura
endereço: Central Galeria / Rua Bento Freitas, 306 / Vila Buarque / 01220 000 / São Paulo
datas: 02.04 – 21.05.2022 / Segunda–Sexta: 11h–19h / Sábado: 11h–17h
clique aqui para baixar as imagens de divulgação
mais informações: Gabriel de Souza / [email protected] / +55 11 98520 8679