Podemos ajudar?

A Central Galeria apresenta ‘Caminhos incertos, horizonte imprevisível’, individual de Rodrigo Sassi

A Central Galeria apresenta ‘Caminhos incertos, horizonte imprevisível de Rodrigo Sassi, sua primeira individual no espaço desde que passou a ser representado pela galeria em 2018. Testando os limites plásticos de materiais como concreto, madeira, ferro e pedras, os sete trabalhos tridimensionais que compõem a mostra exprimem o fluxo caótico das grandes metrópoles em sua essência viva e suscetível a transformações constantes. A exposição estará disponível de 29 de maio a 31 de julho de 2021.

O trabalho de Sassi tem seu ponto de partida na relação com a arquitetura urbana e os processos da construção civil, ressignificando os fragmentos, rejeitos e ruínas que coleta em suas caminhadas pela cidade. O curador Marcos Moraes – que acompanha a trajetória do artista desde sua graduação há quinze anos – observa que os novos trabalhos, porém, demonstram uma mudança nesse processo. No texto criado para a exposição, Moraes discorre: “A impossibilidade de ir para as ruas e continuar a coletar materiais para o trabalho levou Rodrigo Sassi a desviar-se para a interioridade de seu ateliê e a valer-se de tudo o que estava nele disponível devido ao acúmulo de coisas, materiais, fragmentos e restos. Um ciclo de trabalho e de experimentações em condições com as quais está familiarizado se encerra; ambiguamente, porém, permite que outro de lá se erga.”

Nessa produção pandêmica, confinada no estúdio, Sassi emprega materiais diversos como extintores de incêndios, pedras de pavimentação e vergalhões de ferro. Moraes identifica ainda a água como um componente oculto desses trabalhos, fazendo-se presente em diversas etapas do processo – seja nas fôrmas de concreto, na oxidação do ferro ou na técnica de curvar as placas de madeira. Dessa forma, é a água que, a despeito da rusticidade dos materiais usados, traz contornos fluidos e orgânicos para a exposição, imbuindo uma dimensão poética à brutalidade da cidade.

Rodrigo Sassi nasceu em 1981 em São Paulo, onde ainda vive e trabalha. Graduado em Artes Plásticas pela FAAP (São Paulo, 2006), recebeu o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea (Brasília, 2013) e realizou diversas residências artísticas como Campo (Garzón, Uruguai, 2019), Sculpture Space (Utica, NY, 2016) e Cité Internationale des Arts (Paris, 2014/2015), entre outras. Dentre suas exposições individuais, destacam-se: Tríptico, FAMA (Itu, 2019); Esquinas que me atravessam, CCBB-SP (São Paulo, 2018); Mesmo com dias maiores que o normal, CCSP (São Paulo, 2017); Prática comum segundo nosso jardim, Caixa Cultural (Brasília, 2016); In Between, Nosco Gallery/Frameless Gallery (Londres, 2015) e MDM Gallery (Paris, 2015); Ponto pra fuga, MAMAM (Recife, 2012). Seu trabalho está presente em diversas coleções importantes como: MAR (Rio de Janeiro), MAB (São Paulo), FAMA (Itu), entre outras.

Além de sua exposição na Central, Sassi também inaugura neste mês uma obra pública na Ciclovia do Rio Pinheiros, em São Paulo, intitulada Escultura parcialmente funcional. Parte da iniciativa Ciclo Cultural, a obra está localizada entre as estações Jurubatuba e Socorro e é a primeira de uma série de três esculturas permanentes que o artista desenvolveu para a ciclovia. O projeto foi contemplado pelo ProAC, Lei Aldir Blanc, na categoria Prêmio por Histórico de Realização em Artes Visuais.

 

A Central Galeria apresenta 'Caminhos incertos, horizonte imprevisível', individual de Rodrigo Sassi
Como carregar sua própria janela – Rodrigo Sassi

 

 

A Central Galeria apresenta 'Caminhos incertos, horizonte imprevisível', individual de Rodrigo Sassi

 

 

A Central Galeria apresenta 'Caminhos incertos, horizonte imprevisível', individual de Rodrigo Sassi
Rumo Sul – Rodrigo Sassi

 

A Central Galeria apresenta 'Caminhos incertos, horizonte imprevisível', individual de Rodrigo Sassi
Renda Portuguesa – Rodrigo Sassi

 

 

A Central Galeria apresenta 'Caminhos incertos, horizonte imprevisível', individual de Rodrigo Sassi

 

A Central Galeria apresenta 'Caminhos incertos, horizonte imprevisível', individual de Rodrigo Sassi
Rodrigo Sassi

 

 

Caminhos incertos, horizonte imprevisível
De Rodrigo Sassi
29 de maio a 31 de julho de 2021
Central Galeria
Rua Bento Freitas, 306​, Vila Buarque, São Paulo
Segunda–Sexta: 11h–19h | Sábado: 11h–17h
Visitação apenas com agendamento prévio através deste link